PoDeixar

Calor no Canadá

October 20, 2019

Ninguém imagina que faz calor no Canadá, muito menos que esse calor pode chegar ao ponto de ser fatal, fazendo dezenas de vítimas todos os anos. A verdade é que este é um país com clima temperado. Ou seja, as temperaturas variam drasticamente durante o ano, inclusive com regiões subárticas onde predominam as baixas temperaturas e o gelo.

Vancouver, considerada por muitas pessoas o lugar com clima mais ameno do país, é também conhecida por ter o clima mais temperado do mundo. Mas curiosamente não é a mais quente. Na verdade asque tem esse posição é Windsor (Ontario), com temperatura média durante o versão de 26,9ºC. Na seqüência estão Brantford, Hamilton, Ottawa, St. Catharines e Toronto.

Pode-se dizer que os verões no país conseguem ser tão extremos quanto os invernos. Já chegou a ser registrados 45ºC nominais em Saskatchewan, o que pode ficar muito pior com a humidade do ar. E da mesma forma como acontece no inverno, é preciso tomar cuidados especiais durante a estação mais quente do ano. A questão é tão série que os próprio Governos federal e provinciais emitem avisos de temperaturas extremas sempre que atingimos esse estágio.

Neste episódio Masaru Hoshi, Lindoberg Gonçalves e Andrea Zotelli conversam sobre o lado bom e o ruim do calor. O calor no Canadá é um grande alívio depois de um longo inverno, mas pode trazer experiências desagradáveis e perigosas se você não se cuidar direito.

Referências

Onde Ouvir o PoDeixar

Entre em contato conosco!

Você se identificou com esta história? Teve uma experiência parecida ou muito diferente? Tem uma percepção diferente da nossa? Então mande sua história, críticas, elogios, sugestões e caneladas para gente!

Serviços Recomendados

Não arrisque ter gastos extras na sua viagem. Contrate um seguro e aproveite com tranquilidade e segurança: vempra.ca/seguroviagem

Está querendo garantir sua aprovação nos exames de proficiência do TOELF ou IELTS? Precisa de confiança, credibilidade e segurança? Conheça agora mesmo os serviços da professora Soraya Quirino